Cruzeiro bate o Vitória e mantém a liderança isolada do Brasileirão


Fotos: Gualter Naves/Light Press

Da Redação da Rede Hoje

Jogando no Mineirão, a Raposa retomou a disputa do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira, após a parada da Copa do Mundo. Em  uma partida difícil contra o Vitória, o Cruzeiro bateu a equipe baiana por 3 x 1 e manteve a liderança da competição.

Melhor em campo durante a maior parte do confronto, o Cruzeiro criou diversas oportunidades na etapa inicial, mas acabou parando no forte bloqueio defensivo do time adversário. No segundo tempo, o ataque cruzeirense se aproveitou de um gol contra marcado pelo Vitória para deslanchar na partida e balançar as redes com Ricardo Goulart e Everton Ribeiro. Ayrton ainda diminuiu para o time baiano.

Líder isolado do certame, o Cruzeiro volta as suas atenções para o Palmeiras, adversário do próximo domingo. A partida frente aos paulistas, válida pela 10ª rodada do Brasileirão, acontecerá às 16h, no estádio Pacaembú.

O JOGO O Maior de Minas iniciou o duelo contra o Vitória marcando a equipe baiana em seu campo de defesa, mantendo assim uma maior posse de bolsa.

Com a bola em seu domínio, não demorou muito para o Cruzeiro criar a sua primeira situação de perigo. Aos cinco minutos, Everton Ribeiro cobrou escanteio na área, Marcelo Moreno testou, porém Wilson, bem posicionado, mandou para a linha de fundo.

Seis minutos depois, Ceará lançou Ricardo Goulart que disparou pela ponta direita. O armador cruzou na área, mas Wilson afastou a bola que iria de encontro ao centroavante Marcelo Moreno.

O camisa 18 mostrou presença de área novamente aos 13 minutos. Marquinhos fez o levantamento e Moreno acabou resvalando na bola, que passou ao lado da meta baiana.

A Raposa voltou a levar perigo com 23 minutos em cobrança de Everton Ribeiro que arrancou suspiros da torcida estrelada. Dois minutos depois, o camisa 17 lançou Marcelo Moreno que foi travado na hora do chute.

Com 30 minutos, a primeira oportunidade do Vitória. Egídio perdeu a bola no campo defensivo. Caio colocou a bola na área, no entanto, a arbitragem acabou assinalando falta do time baiano. No lance seguinte, José Welisson chutou com violência de longe e Fábio espalmou para escanteio.

Muito bem nas jogadas de bola parada, o Cruzeiro quase marcou o primeiro em novo escanteio cobrado por Everton Ribeiro aos 35 minutos. O armador colocou na área e Manoel testou por cima.

O lance animou a equipe celeste. Aos 37 minutos, Marcelo Moreno viu a ultrapassagem de Ceará e fez rolada para o lateral que cruzou para trás. Próximo da marca do pênalti, Lucas Silva pegou de primeira, porém a bola explodiu em Ayrton.

SHOW CINCO ESTRELAS. Com um pouco mais de equilíbrio, começou a etapa complementar no Mineirão. Em razão disso a primeira oportunidade real de perigo veio a acontecer somente aos oito minutos. Marcelo Moreno brigou na área e a bola sobrou para o centroavante que pegou mascado na bola.

Com 13 minutos, Henrique recebeu de Ceará e resolveu experimentar de longa distância. A bola não pegou a direção do gol e acabou saindo, sem perigo para Wilson. Dois minutos depois, José Welison também arriscou de fora da área e Fábio encaixou a bola.

GOL!! Aos 17 minutos, Everton Ribeiro fez lançamento despretensioso para a área. A zaga do Vitória bateu cabeça e Alemão desviou contra o próprio patrimônio. Gol contra: Cruzeiro 1 x 0.

Três minutos depois, o Cruzeiro quase ampliou. Ceará bateu o lateral na pequena área e Kadu cabeceou a bola no travessão, quase marcando outro gol contra.

GOL!! Com mais espaço para atacar, o Maior de Minas ampliou aos 25 minutos. Everton Ribeiro lançou Egídio em profundidade, que acreditou na jogada e fez o cruzamento. A zaga adversária marcou a bola e Ricardo Goulart, muito esperto, testou para o fundo das redes. Sexto gol do artilheiro do Brasileirão e Raposa 2 x 0.

GOL!! Impossível em campo, o time cinco estrelas fez o terceiro com 30 minutos. Ricardo Goulart lançou Everton Ribeiro que dominou a bola e de voleio chutou no canto, sem chances para Wilson. Show cruzeirense no Mineirão: Cruzeiro 3 x 0.

Em campo no lugar de Marcelo Moreno, Júlio Baptista quase guardou o seu logo em sua primeira chance. Aos 37 minutos, Dagoberto bateu escanteio e o camisa 10 cabeceou firme com muito perigo

Quatro minutos depois, Ayrton cruzou na cabeça de Dinei, que finalizou ao lado do gol de Fábio. Com 46 minutos, o Vitória diminuiu com Ayrton, que cobrou falta no ângulo da meta cinco estrelas: Cruzeiro 3 x 1.



CRUZEIRO 3 X 1 VITÓRIA - BA

Motivo: 
10ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 17/07/14 (quinta-feira)
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Gols: Alemão (gol contra) aos 17 minutos, Ricardo Goulart aos 25 minutos, Everton Ribeiro aos 30 minutos e Ayrton aos 46 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO. Fábio; Ceará, Manoel, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Everton Ribeiro (Tinga) e Ricardo Goulart; Marquinhos (Dagoberto) e Marcelo Moreno (Júlio Baptista)
Técnico: Marcelo Oliveira

VITÓRIAWilson; Ayrton, Alemão, Kadu e Euller; Josa, Adriano, José Welison e Richarlyson (Vander); Caio (Willie) e Dinei
Técnico: Jorginho

Cartões Amarelos: Adriano, Richarlyson e Alemão (Vitória)


Fonte: Site Oficial do Cruzeiro


 Expresso União (inicial)