Tardelli marca e deixa o Galo em vantagem contra o Lanús

Equipe venceu o rival argentino no estádio La Fortaleza, nos arredores de Buenos Aires, e precisa apenas de um empate para vencer o torneio

Diego Tardelli
Tardelli foi o autor do gol atleticano na partida desta noite na Argentina

Ainda é cedo para avaliar o Atlético, após a parada da Copa do Mundo. Nos próximos dias, é que o time irá mostrar se tem condições de brigar pelos títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil. O certo é que o Galo começou o segundo semestre com o pé direito. Alguns vícios ainda se fazem presentes, mas, no geral, a equipe mostrou qualidades, principalmente no segundo tempo contra o Lanús-ARG e largou na frente na luta pelo troféu da Recopa Sul-Americana.

O gol do atacante Diego Tardelli garantiu o triunfo por 1 a 0, no estádio La Fortaleza. O camisa 9, aliás, chegou a 99 gols pelo clube e dá indícios de que vai brilhar no restante da temporada. Resta saber quem o ajudará na missão de conquistar novos feitos no fim da era Kalil.

Assim como no primeiro semestre, Guilherme demonstrou categoria para colocar os companheiros na cara do gol. Por outro lado, atletas como Ronaldinho e Jô seguem devendo. Outro que terá de se explicar daqui para frente é o lateral-esquerdo Emerson Conceição.

Com o resultado, o Atlético precisa apenas de um empate no jogo de volta, na quarta-feira, às 22h, no Mineirão, que promete estar lotado pela Massa.
Antes disso, o time encara o Bahia, no sábado, às 18h30,  no Independência, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo. Os primeiros 15 minutos de jogo foram bastante promissores. Investindo no toque de bola e nas investidas rápidas pelos flancos, as duas equipes fizeram um início de partida emocionante, com boas chances de ambos os lados. No entanto, o time alvinegro diminuiu o ritmo e cedeu muitos espaços ao Lanús, que se aproveitava ainda dos constantes erros individuais dos alvinegros para atacar.

No intervalo, Levir Culpi promoveu o ingresso de Jô e Guilherme nos lugares de, respectivamente, André, apagado, e Ronaldinho, ainda longe de ser o craque que a Massa se acostumou a ver.

Aos 20 min, Jô passou para Guilherme, que deu bom passe para Tardelli estufar as redes e colocar o Galo perto da conquista do título.

(O Tempo)